Guarulhos

Guarulhos foi fundada em 8 de dezembro de 1560 pelo padre jesuíta Manuel de Paiva e intitulada Nossa Senhora da Conceição. Sua origem está ligada a outras cinco pequenas aldeias que estavam encarregadas de defender os limites da Vila de São Paulo de Piratininga contra os Tamoios, uma tribo selvagem de índios que viviam naquela região.

No século XVI, Guarulhos era um local estratégico: bordejada pela futura capital paulista e cercada pelos rios Tietê (sul), e Cabuçu (leste). Nesse mesmo período foi estabelecida, para fins similares, a Vila de São Miguel, hoje chamada Distrito de São Miguel Paulista.

Em 1880, Guarulhos foi emancipada de São Paulo e batizada de Nossa Senhora da Conceição dos Guarulhos. Seu nome atual, Guarulhos foi adotado mais tarde, após a promulgação da lei nº 1.021, em 6 de novembro de 1906.

No início do século XX a cidade foi marcada pelo assentamento de ferrovias e do sistema elétrico (Luz & Energia C.O.), por inúmeros pedidos de implantação de um sistema telefônico, licenças para edifícios industriais, por atividades comerciais e transporte público.

Durante a década de 1930, a cidade testemunhou as ações da Intervenção Federal, e do Movimento Constitucional (Reflexões da Revolução que marcaram o fim da “República Velha” durante a década de 1930 no Brasil).

Em 1940 é fundada a Biblioteca Municipal Monteiro Lobato, em 1941 o primeiro Centro de Saúde da cidade, e dez anos depois é estabelecida a Santa Casa da Misericórdia de Guarulhos. Nessa década chegam ao município indústrias de diferentes setores: eletricidade; metalurgia; plásticos; alimentos; borracha; calçados; veículos; relógios e couro.

Em 1945 a Base Aérea de São Paulo (BASP) foi transferida do Campo de Marte, um pequeno aeroporto em São Paulo, para o bairro de Cumbica em Guarulhos.

Em 1958 o Rotary Club estabelece uma filial na cidade.

O Conservatório Municipal de Guarulhos é fundado em 1961.

Em 1963 é fundada a Associação Comercial & Associação Industrial de Guarulhos, hoje a instituição é chamada de Comércio & Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACE).

Com o grande boom do setor Industrial, um grande número de mão de obra foi atraído. Esta nova população se instalou na área urbana em um processo contínuo de ocupação do solo. A este ritmo a população cresceu de 35.000 em 1950 para 101.000 em 1960, de 237.000 em 1970 para 532.726 em 1980. A maioria destes cidadãos se dedicou às atividades industriais em Guarulhos (que abriga cerca de 2.000 estabelecimentos), e São Paulo.

Em 1985 é inaugurado o Aeroporto de Cumbica. Hoje é chamado de “Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos Governador André Franco Montoro” (Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos Governador André Franco Montoro), o segundo maior aeroporto da América Latina.

Entre 2000 e 2006 sua população cresceu três vezes mais do que a do Estado de São Paulo. De acordo com o IBGE, Guarulhos é a segunda cidade mais populosa do Estado depois de São Paulo Capital. A maioria de sua população é economicamente ativa e uniformemente distribuída em termos de gênero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.